sexta-feira, 8 de março de 2013

Jael, uma mulher abençoada.

"Pois o Senhor Deus entregará Sísera nas mãos de uma mulher." (Juízes 4:9 NTLH) Assim começa a história de Jael. A frase acima foi dita pela profetiza Débora para Baraque, o comandante do exército israelita. Israel estava em guerra contra Jabim, rei de Canaã, e Sísera era o capitão do seu exército. Quem estava julgando Israel naquele tempo, era uma profeta chamada Débora. Ela chamou Baraque e disse a ele que o Senhor já havia ordenado que separasse dez mil soldados para lutar contra Sísera. Então ele disse que iria a luta se ela fosse com ele. Débora disse: "Está bem! Eu vou com você. Mas você não ficará com as honras da vitória, pois o Senhor Deus entregará Sísera nas mãos de uma mulher." (Juízes 4:19 NTLH) A guerra se desenrolou e o Senhor entregou os inimigos nas mãos de Israel. Sísera o capitão inimigo fugiu a pé e entrou na tenda de Jael, porque seu marido Heber não tinha inimizade com Jabim, rei de Canaã.

Jael permitiu que Sísera entrasse em sua tenda. Ele pediu água e ela lhe deu leite e um cobertor. Quando ele adormeceu por causa do cansaço da guerra e da fuga. Ela pegou uma estaca, e com um martelo cravou-lhe na cabeça, matando-o imediatamente. Naquele momento Baraque estava seguindo Sísera, e quando chegou perto da tenda de Jael, ela se aproxima dele e o leva para ver que Sísera estava morto. 

Quando Israel venceu Jabim, rei de Canaã, Débora começou a cantar e a festejar com o povo. E uma parte da canção dizia: "Bendita seja sobre as mulheres Jael, mulher de Heber." (Juízes 5:24) Ela foi tida como abençoada, pois através dela, o Senhor entregou nas mãos de Israel o capitão do inimigo. Na curta história desta mulher, vemos duas características importantes:
1) Lealdade - Isto era algo que ela tinha, mesmo sendo seu marido amigo do inimigo. Isso é uma lição para nós. Mesmo que todos a nossa volta sejam infiéis, nós devemos permanecer fiéis e leais ao Senhor. "Sê fiel até a morte, e dar-te-ei a coroa da vida." (Ap 2:10)
2) Coragem - Outra coisa que sobressai nesta mulher é a coragem. Mesmo no meio da guerra, permitiu a entrada do inimigo para destruí-lo. É necessário desenvolvermos a coragem para lutar contra todos os nossos inimigos. Temer somente a Deus. 

Que neste Dia da Mulher, Deus possa levantar muitas mulheres como Jael. Fiéis e corajosas. Cumprindo a vontade do Senhor incondicionalmente.

Um comentário:

  1. Deus sempre honrou a mulher, e nunca fez distinção, encontramos esses ministérios no antigo testamento, e depois no novo, a Bíblia encerra acto de mulheres valentes na fé, precisamos hoje dessas mulheres, obedientes, de coragem mas também cheias de amor e verdade.
    Estou a seguir seu blog.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/
    Abraço.
    António.

    ResponderExcluir

Muito Obrigado pela sua visita!
Não se esqueça de deixar o link do seu blog para que eu possa retornar a visita, e te seguir.
Volte sempre que quiser!
Abraço,

Pr. Jessé Palma.

Seguidores